Blog das Essências
Blog das Essências
Blog das Essências

A Nova Bike do Bob!

Na verdade o nome deve ser:- BOB e sua bike!

Quem não andou por horas a fio de bicicleta pela infância, adolescência ou mesmo na vida adulta.

Infância e bicicleta certamente foram feitas um para o outro. Só que não! Afinal tudo que pesquisamos sobre bikes, sempre foram pensadas por homens para adultos. Homens e mulheres sempre foram atraídos por velocidade seja ela de que máquina for.

Sempre que precisamos chegar mais rápido em qualquer canto pensamos sempre nas maquinas que nos ajudam a chegar lá no melhor e menor tempo.

Não me canso de lembrar certa propaganda em que o menino colocava inúmeros bilhetes em todos os bolsos, pastas, cadeiras e em tudo mais com os dizeres:- Não esqueça da minha Caloi!

Talvez não o posso jurar que foi lá nesta época que a indústria de bicicletas começou a dar mais atenção a este grande público com inovações sem igual todos os anos coisas novas sobre duas rodas no mercado.

Desde a minha primeira bicicleta vermelha, muita coisa mudou e se modernizou, e com o apelo planetário para deixarmos de lado os carros ela criou alma nova, mas sobre suas velhas duas rodas, elas ganharam até motor elétrico nesta época.  

Tenho a impressão que este novo apelo das bike’s mexe com alma dos seres humanos em geral, afinal para se andar de bicicleta não precisamos ter dezoito anos ou mais.

Modelos que se adaptam até mesmo para aqueles não conseguiram aprender ainda durante a infância, então sempre se pode pedalar por aí, seja nas ciclovias que agora também estão na moda, seja nas tardes de domingo na Avenida Paulista!

Bem isso é muito bacana, faz parte da história da humanidade e pouca gente não a tem na memória, assim com muitos nos dias de hoje reativam esta velha forma de locomoção, exercícios ou mesmo de pura diversão.

Por isso quando uma amiga me contou que seu marido escolheu de presente de aniversário uma nova bike. Foi um presente da família e que até mesmo o ele, Bob teve que participar, afinal não quis qualquer bikezinha, escolheu o guidão mais alto, o selim que melhor lhe agradasse, marchas certas, amortecedores, e por aí afora. 

Então… como vemos a bike moderna tem o DNA do dono, e Bob com o passar do tempo se tornou exigente, afinal faz muito tempo que encostou a última bicicleta, conta a lenda que a namorada da vez pediu que escolhesse a bike ou ela, adolescência é fogo! 

Porém a vida é dinâmica e muda o tempo todo, tanto que a esposa participa junto com os filhos para que o presente do Bob seja perfeito e a nova bike seja tudo e mais um pouco nesta festa de aniversário .

Parabéns Bob, muitas e boas pedaladas por aí!