Blog das Essências
Blog das Essências
Blog das Essências

NÓS E OS MARISCOS!

Uma estranha comparação? Nem tanto…veja só!

Todos têm ou precisaram ter um lado mexilhão, ou um pouquinho daquela concha dura que tem a divina função de proteger o núcleo macio destes moluscos dos possíveis ataques externos.

Como eles, somos vulneráveis e uma proteção vem a calhar num mundo onde poucos respeitam limites, sejam eles quais forem, e venham de onde vierem.

Não permitir que exagerem na dose é uma questão a ser levada em conta na hora de preservar a integridade do ser. Ou seja, fazer exatamente como o molusco faz resguardar seu lado macio dentro de sua concha! Longe ou apenas fora do alcance dos ataques ferozes de predadores indesejáveis.

E quem são os predadores, os invasores, os destruidores; os moluscos são apetitosos para muitas espécies do mar; o que instintivamente os deixam em constante prontidão. Embora seu movimento de filtragem seja regular, solitário e até monótono no abrir e fechar de sua concha sua percepção de perigo é eficaz, é bastante eficiente, pois pouco se vê mariscos machucados ou pela metade, nas encostas onde é seu habitat natural.

E quem são os nossos predadores? Realmente isso importa? O importante é saber que nós podemos desenvolver estas mesmas habilidades, a dos mariscos ou mexilhões para que não nos destruam ou engulam, talvez até mesmo possamos fazer isso sem ter que partir para agressões, apenas nos mantendo dentro de nosso quadrado, ou melhor, dentro da nossa concha. A mensagem dada por destes moluscos pode bem ser:- limite é bom e eu gosto, e para nós humanos:- respeito é bom e eu gosto!

Aos mais temerosos de contato social, ou mesmo para aquele que desenvolveu certa ‘fobia social’ é uma boa essência vibracional, elaborada pelas Essências D’Água; pois fará com que este temor exagerado nas relações sociais seja revisto, uma vez que irá propor um ajuste em relação ‘aos domínios de seus limites próprios’.

Assim que cada um estiver mais consciente destes limites e de sua capacidade de lutar por eles, colocará de lado esta fobia, e passará a interagir com o meio de forma natural. Agindo e reagindo às tentativas de “invasão” de modo mais apropriado. Participando de tudo e não mais se fechando em sua concha longe do convívio e da interação social.

Uma essência que trará para a consciência a exata medida do potencial e da capacidade de interação. Podendo encarar as dificuldades e o jeito de ser de cada um. Ao ficar atento na maneira de como o outro age e interage com o mundo a sua volta criaremos uma forma positiva de se proteger, afinal tendo esta atenção é possível se esquivar dos ‘ataque’´.

Da mesma forma trará à consciência a noção de que esconder-se, fechar-se para todos ou permanecer isolado da vida social, ficando preso dentro de sua concha não é uma das melhores maneiras de viver.

Uma essência que equilibrará os medos e as reais possibilidades de defesa que temos, para vivermos em grupo. Fortalecendo a noção e a habilidade de dar e ter limites; que pode ser física, mental ou psicologicamente, propiciando um harmonioso convívio.

Ainda mais morando em uma das torres do altos apartamentos, que torna a convivência quase que forçada, afinal mesmo com muitos elevadores quase nunca descemos ou subimos sozinhos em um deles.que parecem muito com as “fieiras de criação de mariscos”.

Publicado em afastamento social, aprendizado, artigos em geral, Assertividade, autoconhecimento, coisas da vida, COVID19, cuidados essenciais, familia, Limites .
Cássia Marina Moreira

Sobre

Cássia Marina Moreira - psicóloga formada na Universidade São Marcos.Em 1997, iniciou o curso de especialização em Terapia Floral, na Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo. A monografia:- A Implementação da Criatividade no Cotidiano, com o auxílio das Essências Florais. Em 2000, na USP - concluiu a monografia: Essência Vibracional das Baleias em Abrolhos - experiência de utilização - Iniciando assim o Sistema das Essências Vibracionais D'Água. Em 1998, nos E.U.A, estudou os Florais da Califórnia com Richard Katz e Patrícia Kaminski. No Brasil, estudou:- Essências Marinhas e do Pacifico, com Sabina Pettitt; com Ian White - Essências florais da Austrália; com Steve Johnson:- Essências florais, ambientais e elixires de pedras e cristais do Alasca e com Breno Marques estudou os florais e fitoflorais de Minas. Em 2006 - lançou o 1º livro:- "Águas que transformam - conheça as essências vibracionais da natureza"- Ed.Ágora - Cursou Homeopatia para não Medicos que muito contribuiu para a coleta de várias outras Essências D'Água, 2010 Lançou o 2* Livro "Essências Vibracionais D'Água" e agora em 2019, a autora lança o 3* livro com mais histórias e as indicações de uso de outras essências d'água no livro "Mar de Noronha e outras Águas", ed. Scortecci, comemorando os 20 anos deste sistema de Essências Vibracionais.
Pesquise outros posts no Blog:

Comentários encerrados.