Blog das Essências
Blog das Essências
Blog das Essências

Objetivos Palpáveis

Objetivos possíveis, visando sempre o melhor mesmo que nem sempre – pareça tão fácil de conseguir! Este princípio pode levar a vida adiante, e também é capaz de abrir portas e nos dar boas soluções.

Isso combina muito com uma das Essências D’Água:- Luz no fim do Túnel, que oferece força e coragem para quem quer sair do escuro e chegar à luz, à solução daquele impasse, é uma essência que nos dá movimento, nos e leva ter ação.

Somos todos pressionados por desejos, que nos dão medos – em proporções diferentes para cada qual. Às vezes o medo é proporcional ao tamanho do nosso desejo mais profundo. A paralisação que ocorre quando pretendemos que algum sonho crie vida, venha daí; por isso esta essência é uma boa pedida, pois ela rompe a imobilidade.

Ideações e aspirações requerem pelo menos um tantinho de coragem e um olhar atento para o que é um objetivo palpável, para se chegar a ter pelo menos um esboço no papel. Se isso acontecer é muito provável que poderemos ver esta ideia se tornar presente.

Mas, o que é um objetivo palpável? Penso que são os planos que precisam de elaborações, ou seja, planejamento. Nada se torna palpável se não conseguirmos elaborar as estratégias de realização. Isso é:- deixar claro como este “sonho” poderá se concretizar. Qual a chance de dar certo? Qual a possibilidade de conseguir sucesso para o empreendimento? Como chegar lá? Então, esta é a hora para isto?

Talvez estas perguntinhas e outras tantas precisem ser feitas para que o plano vá adiante. Nada que um pouco de persistência não resolva O mais importante é ter consciência das próprias possibilidades de realizar algo. O que você realmente consegue fazer, para não viver só de ideações.

Antes de tudo realizar planos é um aprendizado. Sem gastar energia desnecessariamente com ideias que podem nos frustrar é preciso aprender a pensar. Ponderar é o melhor para isso. Ao examinar a questão já estaremos a caminho da realização.

Neste ponto será bem legal colocar outra essência d’água – Coconutque traz em si o potencial de enraizamento e frutificação. Pode ser que você queira adicionar também a essência do Polvo, que nos dá clareza e aguça nossa inteligência na resolução dos problemas.

Esta pequena formulação pode ser utilizada em inúmeras situações, você bem pode imaginar, afinal, somos seres movidos a desejos e buscamos realizações constantemente.

            Você pode acrescentar mais algumas essências em sua fórmula, para tal visite o site www.essenciasdagua.com pesquise as demais essências e então comece a canalizar para os seus objetivos palpáveis.

Esperança e Sonho

…”E o mar trará a cada um de nós esperança,  assim como o sono nos trará o sonho”…  – Cristóvão Colombo –

Não consegui encontrar onde esta frase foi realmente escrita ou dita por Cristóvão Colombo, nos lugares onde fui procurar não tive muita sorte, não teve jeito. Porém, isso pouco ou nada importa, o mais significativo aqui para mim é o que esta frase pode nos dizer em todos os momentos da nossa vidinha.

Será realmente que só o mar pode nos trazer esperança? Como trazia a cada navegador da época de Cristóvão Colombo, a cada partida das caravelas ao mar sem fim, a esperança se renovava com a mais remota possibilidade da descoberta de um novo caminho, de uma terra nova, um mundo novo.

Com este pensamento, me pergunto – será mesmo que só o sono poderá nos abrir as portas para que sonhos possam tornar-se uma realidade plausível no dia a dia? Ou será que sonhar é uma vantagem a ser trabalhada em nossas cabeças, para que a “fábrica de sonhos” nunca deixe de funcionar, jamais pare de ter ideias a alcançar, além disso, deixar metas por realizar não é uma boa pedida.

Sonhos e esperança andam juntos pela vida afora, seja dentro das caravelas de Colombo ou no embalo da própria cama na hora de dormir em casa; o que conta é não deixar desvanecer todas as possibilidades de realizar o que se quer. Não se esqueça disto.

É preciso não se acostumar com as coisas que o tempo tira de todos nós; por conta disso, é mais que prioritário ter a caixinha dos sonhos sempre à mão e em bom estado, aliás melhor ainda será em constante uso. O tempo não pode roubar a esperança de fazer a vida ter mais gosto, mais sentido, brilhar a cada novo dia. No mar, no ar através de um balão ou até mesmo numa lasquinha de algo que até, então, só pertencia a imaginação.

Cada um tem que alcançar seus próprios objetivos; como numa missão ele terá de que ser conquistado a cada passo, se é o que se quer, então é o que se deve fazer. Nesta caminhada podemos até não descobrir novos mundos como Colombo, porém, a vida tem mais sabor quando usamos a imaginação para realizarmos os sonhos que queremos transformar em sucesso na nossa realidade.

Desejo a todos nós que não nos falte nunca sonhos e esperança!

Mina Dágua

Click para ampliar a imagem.*

“A criatividade é espontânea e está em mim.”

Dados geográficos e culturais

Localizada nas montanhas da região serrana do Estado do Espírito Santo, a 75 km de Vitória, a cidade de Santa Teresa tem 40 por cento de seu território coberto pela mata, e nela concentra-se uma exuberante biodiversidade, pois faz parte do Corredor Central da Mata Atlântica. Possui aproximadamente 25 mil hectares de mata nativa; em parte dessa área, com um total de 5.000 hectares de Floresta Atlântica de encosta úmida, está localizada a Estação Biológica de Santa Lúcia, uma relíquia de floresta nativa. Hoje 44 hectares dela estão sob a administração do Projeto Arca de Noé, um lugar para observarmos plantas raras, formação de mananciais, bromélias, orquídeas e certamente, centenas de beija-flores, com espécies endêmicas.

Em Santa Teresa nasceu e viveu o cientista ambientalista Augusto Ruschi, pioneiro nas pesquisas sobre o beija-flor, que projetou internacionalmente o nome da cidade. Lutou durante anos para assegurar a continuidade da floresta de Santa Lúcia, onde está situada a Estação Biológica. Foi o primeiro a falar em preservação do meio ambiente, tendo sido responsável por ela no Espírito Santo e tendo depois participado de seminários pelo mundo afora.

A essência

Caminhando pela Estação Biológica, notei uma pequena poça de água à beira do caminho, alimentada por um fio de água que suavemente brotava da terra, lenta e continuamente.

A Essência Vibracional da Mina Dágua nos faz notar que o tempo todo há algo criativo brotando de dentro de cada um de nós, a criatividade sendo expressa no cotidiano.

Não é preciso reinventar a roda todo dia, mas todos os dias podemos fazer uso de alguma coisa tão velha como a roda, numa situação nova. Pode crer! Criatividade quando brota é como tentar inventar mais 1001 utilidades para a mesma palha de aço de sempre.