Blog das Essências
Blog das Essências
Blog das Essências

Mina Dágua

Click para ampliar a imagem.*

“A criatividade é espontânea e está em mim.”

Dados geográficos e culturais

Localizada nas montanhas da região serrana do Estado do Espírito Santo, a 75 km de Vitória, a cidade de Santa Teresa tem 40 por cento de seu território coberto pela mata, e nela concentra-se uma exuberante biodiversidade, pois faz parte do Corredor Central da Mata Atlântica. Possui aproximadamente 25 mil hectares de mata nativa; em parte dessa área, com um total de 5.000 hectares de Floresta Atlântica de encosta úmida, está localizada a Estação Biológica de Santa Lúcia, uma relíquia de floresta nativa. Hoje 44 hectares dela estão sob a administração do Projeto Arca de Noé, um lugar para observarmos plantas raras, formação de mananciais, bromélias, orquídeas e certamente, centenas de beija-flores, com espécies endêmicas.

Em Santa Teresa nasceu e viveu o cientista ambientalista Augusto Ruschi, pioneiro nas pesquisas sobre o beija-flor, que projetou internacionalmente o nome da cidade. Lutou durante anos para assegurar a continuidade da floresta de Santa Lúcia, onde está situada a Estação Biológica. Foi o primeiro a falar em preservação do meio ambiente, tendo sido responsável por ela no Espírito Santo e tendo depois participado de seminários pelo mundo afora.

A essência

Caminhando pela Estação Biológica, notei uma pequena poça de água à beira do caminho, alimentada por um fio de água que suavemente brotava da terra, lenta e continuamente.

A Essência Vibracional da Mina Dágua nos faz notar que o tempo todo há algo criativo brotando de dentro de cada um de nós, a criatividade sendo expressa no cotidiano.

Não é preciso reinventar a roda todo dia, mas todos os dias podemos fazer uso de alguma coisa tão velha como a roda, numa situação nova. Pode crer! Criatividade quando brota é como tentar inventar mais 1001 utilidades para a mesma palha de aço de sempre.