Blog das Essências
Blog das Essências
Blog das Essências

Pressão e Sucesso

Será que o sucesso existe sem aquela pitadinha de pressão? Será que algum dia a pressão realmente acaba?

Sinceramente penso que não, somos estimulados desde bem pequenos a ter sucesso, um atrás do outro. Quer ver… pense bem, quando fazemos “festinha” para as crianças quando fazem algo novo, quando dá alguns passos mesmo que vacilantes, quando começam a andar de ‘bike’ sem cair ou quando tiram as rodinhas da primeira bicicleta, sempre somos estimulados, e aplaudidos nas conquistas, então aprendemos a querer mais.

Notas da escola – são boas, nos dão parabéns, junto com certa pressão para que no próximo boletim sejam ainda melhores, em todas as áreas, fez nível um, já perguntam quando seguira para o “dois”. Hoje em dia até os Vídeos Games cobram imediatamente para que faça mais pontos, vá para outro jogo com maior dificuldade, sempre com um novo desafio o que quer dizer… pressão     

Só que precisamos pensar que com o passar do tempo esta pressão começa a ser nossa. Nós mesmos passamos a querer mais e mais.

Imagine o quanto um atleta, de qualquer modalidade esportiva que pratique, desde muito pequeno. Os aplausos de seu sucesso vão se tornando parte de cada treino, de cada segundo a menos na tabela de pontuação para ultrapassar os próprios recordes.

As Olimpíadas no Japão acabaram. A maioria dos vencedores tem algo em comum. Subir mais um pouco no podium ou manter-se no que conquistou.

O certo é que a pressão de dentro ou de fora nunca acaba, natural é ser campeão, não nos preparam para não termos sucesso. Mesmo crescidos ninguém quer pensar em fracassar, perder, com isso o perigo é deixar de tentar. 

  Hoje vemos com muita frequência competições infantis que outorgam medalhas para todos os participantes, não importando perder ou ganhar. Talvez isso dê a falsa ideia que não preciso de esforço algum para receber prêmios.

Por outro lado não ajudam em nada o crescimento emocional, crianças precisam aprender a lidar com o que não dá certo, com os erros, em ficar fora do “podium”. Às vezes ganhamos, outras não. Isso nos diz que precisamos de mais dedicação, treino, mais paciência e persistência. 

A pressão nunca acabará, cada ‘nova’ ideia desencadeia uma torrente de ações para chegarmos ao ‘podium’ não importa qual, sempre iremos querer vencer, por isso lidar com a pressão externa e interna são coisas difíceis, e não sobra energia nem por um instante para o não dar certo, incluir a possibilidade do fracasso pode nos fortalecer, perder não pode ser o fim do mundo. Pode mostrar mais claramente a necessidade de maior tempo de treino e dedicação.

Precisamos nos preparar melhor para as coisas que não dão certo na vida, para não deixarmos de lado o que realmente importa que é tentar nos superar, dar o melhor de si em tudo que se faz não necessariamente é a certeza de medalhas, mas sempre pode ser um bom começo. 

Objetivos Palpáveis

Objetivos possíveis, visando sempre o melhor mesmo que nem sempre – pareça tão fácil de conseguir! Este princípio pode levar a vida adiante, e também é capaz de abrir portas e nos dar boas soluções.

Isso combina muito com uma das Essências D’Água:- Luz no fim do Túnel, que oferece força e coragem para quem quer sair do escuro e chegar à luz, à solução daquele impasse, é uma essência que nos dá movimento, nos e leva ter ação.

Somos todos pressionados por desejos, que nos dão medos – em proporções diferentes para cada qual. Às vezes o medo é proporcional ao tamanho do nosso desejo mais profundo. A paralisação que ocorre quando pretendemos que algum sonho crie vida, venha daí; por isso esta essência é uma boa pedida, pois ela rompe a imobilidade.

Ideações e aspirações requerem pelo menos um tantinho de coragem e um olhar atento para o que é um objetivo palpável, para se chegar a ter pelo menos um esboço no papel. Se isso acontecer é muito provável que poderemos ver esta ideia se tornar presente.

Mas, o que é um objetivo palpável? Penso que são os planos que precisam de elaborações, ou seja, planejamento. Nada se torna palpável se não conseguirmos elaborar as estratégias de realização. Isso é:- deixar claro como este “sonho” poderá se concretizar. Qual a chance de dar certo? Qual a possibilidade de conseguir sucesso para o empreendimento? Como chegar lá? Então, esta é a hora para isto?

Talvez estas perguntinhas e outras tantas precisem ser feitas para que o plano vá adiante. Nada que um pouco de persistência não resolva O mais importante é ter consciência das próprias possibilidades de realizar algo. O que você realmente consegue fazer, para não viver só de ideações.

Antes de tudo realizar planos é um aprendizado. Sem gastar energia desnecessariamente com ideias que podem nos frustrar é preciso aprender a pensar. Ponderar é o melhor para isso. Ao examinar a questão já estaremos a caminho da realização.

Neste ponto será bem legal colocar outra essência d’água – Coconutque traz em si o potencial de enraizamento e frutificação. Pode ser que você queira adicionar também a essência do Polvo, que nos dá clareza e aguça nossa inteligência na resolução dos problemas.

Esta pequena formulação pode ser utilizada em inúmeras situações, você bem pode imaginar, afinal, somos seres movidos a desejos e buscamos realizações constantemente.

            Você pode acrescentar mais algumas essências em sua fórmula, para tal visite o site www.essenciasdagua.com pesquise as demais essências e então comece a canalizar para os seus objetivos palpáveis.

SUPERAÇÃO

Penso que superar é tão importante quanto respirar, pense comigo, nascemos e a primeira atitude que tomamos ou nos fazem tomar é respirar. Para que, se não para superar a perda do ‘nirvana’ que é o ventre materno. Por mais apertado que possa estar no final da gravidez na barriga da mamãe ainda é o melhor lugar do mundo, é o que ‘conhecemos’, onde vivemos.

Pois bem, continuemos a nossa história de vida, sendo assim superamos a fome aprendendo a mamar, e em cada momento fomos ‘superando’ dificuldade atrás de dificuldade, uma a uma, sempre.

Faço muito um ‘exercício’ no consultório que podemos dar vários nomes, revendo, ‘recapitulando’, revivendo e por aí afora. Sempre peço para se lembrarem de todo o processo de crescimento, de vida, e assim poderem dizer o que exatamente foi ‘fácil’ ou simples logo de primeira.

Coisas tipo muito antes de andar e falar, precisamos, por exemplo, ter que adquirir ‘entendimentos’ muitos entendimentos. E muitas superações começam bem ali.

Todo o aprendizado é de superações, a cada dificuldade onde precisamos levar mais tempo para ficar ‘craque’; para adquirir prática é preciso treino, às vezes muito e todo treino é superar-se, acredite, sempre.

Com esta visão bem real de que durante a vida toda sempre estamos nos superando em qualquer parte, a qualquer momento, sobre qualquer assunto e que conseguimos andar apesar dos tombos que levamos. Podemos nos ver como mais fortes.

Até dá para lembrar, daquelas quedas que tivéssemos antes de chegar a ter equilíbrio bastante para deixar as rodinhas da primeira bicicleta de lado, quantas vezes? Quanto tempo levou. Quantas vezes apagamos as letrinhas que saíram erradas no caderno do primeiro ano de escola?

Em cada uma das vezes vencemos ou ultrapassamos os problemas e dificuldades e seguimos à diante. Quando crescemos os problemas ‘crescem’ conosco. Um coração partido dói mais que um joelho ralado ninguém dúvida disso. Até que a vida nos chame para ir além e então apenas seguimos em frente superando outra vez.

É o que fazemos, superamos, com mais força e coragem que antes, esta ideia precisa estar presente, como os problemas e adversidades que vem e vão e saber que somos capazes de nos defender e de nos recuperar de infortúnios isso faz parte do nosso show de cada dia.

Cachoeira da Água Branca

Clique para ampliar a imagem.*

Dados geográficos e culturais

Localiza-se em Ubatuba, cidade do litoral do Estado de São Paulo. Ubatuba é um nome indígena que significa “muitas canoas”, tendo sido fundada como Vila Nova da Exaltação da Santa Cruz do Salvador de Ubatuba, em outubro de 1637, pelo Governador-Geral do Rio de Janeiro.

Os tupinambás, os mais antigos da moradores da região, chamavam-na de Aldeia de Iperoig. Os tupiniquins, da região de São Vicente, eram vizinhos, e todos conviviam pacificamente até a chegada dos portugueses e franceses.

A essência

Todas as pessoas que tomam banho de cachoeira são unânimes em dizer que as águas das cachoeiras, além de limpar o corpo, também lavam e enchem de vigor e disposição nossa alma. As águas são frias, dizem, mas a sensação de estar “com a alma lavada” supera tudo.

A água gelada de uma cachoeira pode nos revitalizar, acordar, dar mais disposição, renovar as energias, nos dar vitalidade e levar nosso cansaço embora.

Ao cair sobre nosso chacra coronariano, essa água o limpa e o deixa aberto para se conectar com o Cosmo, com nosso Eu Superior. Expande nossa intuição, revitaliza nossa energia vital. Traz mais alegria ao viver.